Quais são os diferentes tipos de técnicas de pintura de interiores?

Embora o método mais comum de pintar interiores seja usar uma cor básica aplicada com um pincel ou rolo em um acabamento plano, existem muitos outros tipos de técnicas. Acabamentos falsos são métodos de pintura que produzem itens naturais, como pedra ou mármore. Outros tipos de técnicas de pintura de interiores incluem esponjas, riscas, estampas, decorativos e murais.

Os murais são cenas pintadas que geralmente ocupam pelo menos uma parede de uma sala. No caso das técnicas de pintura de interiores em murais especialmente nos quartos das crianças, o trabalho artístico pode se estender a todas as quatro paredes. Os murais infantis geralmente apresentam formas simples em cores brilhantes. A pintura mural feita em outros espaços interiores de uma casa geralmente é mais sofisticada e limitada a uma parede de destaque. Um pintor mural pode ser contratado para trabalhar em casa e completar a imagem; os murais da natureza são especialmente comuns, pois os pintores são tipicamente artistas que personalizarão seu trabalho para o proprietário.

Técnicas de pintura decorativa, como redemoinhos de tintas aplicadas em pincéis para criar flores, ondas do mar e muitos outros motivos, podem ser usados ??em murais de parede ou em bordas. As técnicas de pintura decorativa não são usadas apenas nas paredes de espaços interiores, mas também em quadros e retratos da cozinha. Às vezes, técnicas decorativas de pintura de interiores são aplicadas diretamente ao ladrilho na área do contra-piso atrás de um fogão, e não apenas na parede. O stencil é um tipo de pintura interna decorativa na qual a cor de pincel com esponjas é feita em uma forma de recorte para criar um padrão quando o estêncil é levantado.

O stencil é comumente usado em casas com temas de países, como nas bordas ao longo do topo ou no meio de uma parede ou nos degraus da escada. Ao contrário do estilo mais artístico das técnicas decorativas de pintura de interiores, nas quais é necessária habilidade na criação de imagens, o stencil exige apenas a capacidade de aplicar ou espalhar cores na forma de recorte. A faixa é uma técnica de pintura interior semelhante, pois também consiste em preencher cores dentro das linhas de um espaço. Fita adesiva resistente é colocada em linhas retas nas paredes interiores; quanto mais afastada a fita, maiores serão as listras. Depois de ter uma cor de fundo na parede, um pincel ou rolo é usado para aplicar a tinta entre as linhas; Quando a fita é removida, o resultado é listras claras.

A esponja é uma das técnicas mais simples de pintura de interiores, pois consiste em mergulhar uma esponja na tinta e carimbá-la em paredes, móveis ou outros itens internos. Para dar mais profundidade ao resultado manchado, são usados ??diferentes tons da mesma cor, como tons claros, médios e escuros. Uma esponja porosa natural ou outro tipo de esponja deve ser usada para esta técnica de pintura interna, para que ocorra uma textura forte.