O que é o desbloqueio do SIM?

Muitos celulares têm um SIM (Subscriber Information Module) que identifica o telefone como pertencente a um provedor de serviços em um país específico. Esses telefones estão programados para funcionar com determinados cartões SIM antes de serem comprados. O desbloqueio do SIM alterará essa programação inserindo um código no telefone ou alterando o software. A troca dos cartões permitirá que um telefone funcione em diferentes países ou com os serviços de diferentes fornecedores. O proprietário de um telefone celular pode se beneficiar do desbloqueio do SIM, porque ele ainda pode usá-lo após mudar de provedor ou manter o telefone antigo caso algo dê errado.

Se um telefone ou cartão não tiver sido desbloqueado pela empresa, existem algumas maneiras de fazê-lo. Um código, que identifica o número de série do telefone, normalmente é necessário para o desbloqueio do SIM. Os códigos podem ser encontrados para modelos específicos de telefones e, às vezes, são vendidos por provedores de serviços ou outras empresas. Se o software do telefone precisar ser alterado, serão necessários um cabo e uma máquina específicos para programá-lo. Esse processo também pode ser fornecido como um serviço realizado por uma taxa.

Os telefones são programados para alertar os usuários se um cartão SIM restrito for inserido. A troca de cartões determinará se um telefone específico está desbloqueado. Se uma atualização de código ou software tiver desbloqueado um telefone, deve haver uma mensagem dizendo isso assim que o procedimento for concluído. Outra maneira de desbloquear o SIM é enviar o telefone para o fabricante ou a companhia telefônica, que geralmente é concluída por uma taxa.

Em alguns casos, as empresas desbloquearão os telefones quando forem comprados. Se o telefone for desbloqueado posteriormente pelo usuário, a garantia poderá ser anulada e a empresa deixará de atender o telefone. A tecnologia de desbloqueio do SIM, no entanto, não faz nada para alterar a função do telefone ou melhorar a recepção. Se um usuário do telefone mudar de provedor, é possível que uma nova empresa de serviços possa bloquear novamente o telefone, mesmo que o dispositivo não pertença à empresa.

No passado, era considerado ilegal por algumas autoridades regionais, mas o desbloqueio do SIM costuma ser legal a partir de 2011. Ocasionalmente, é benéfico usar um cartão SIM diferente, especialmente se o telefone for usado em outro país que não o local onde o usuário mora. Os usuários também podem manter seus telefones, mesmo quando mudam de provedor. Um cartão SIM desbloqueado também permite que alguém mantenha o telefone antigo como backup, para que ele possa inserir o cartão nesse dispositivo se algo der errado com o primeiro.