O que devo considerar ao comprar jóias para crianças?

Dar jóias às crianças há muito tempo é uma maneira de satisfazer a necessidade de encontrar presentes aceitáveis ??para as crianças. Presentes de jóias finas podem ajudar a marcar ocasiões especiais, como formaturas, certos aniversários ou outros eventos. Existem algumas considerações importantes na compra de jóias para crianças e estas devem ser pesadas com cuidado.

Existem várias questões de segurança associadas às jóias para crianças. A primeira delas pode ser a adequação à idade. Crianças que ainda podem usar bijuterias, e isso não se limita a bebês, não devem ter nenhum tipo que apresente riscos potenciais. Um feitiço, um medalhão ou até mesmo um cordão podem facilmente ficar alojados na garganta se quebrar e causar asfixia.

Outra questão é considerar os componentes das jóias. Por um tempo, muitos itens de bijuterias de baixo custo para crianças continham níveis muito mais altos do que os seguros de chumbo, que quando expostos à boca expunham as crianças a quantidades potencialmente perigosas de chumbo. Embora alguns estados agora limitem a quantidade de chumbo que pode ser usada em jóias infantis, a rotulagem nem sempre é precisa.

Alergias também devem ser consideradas. Algumas crianças são alérgicas a certos metais, principalmente o níquel, presente em muitos itens de joalheria de baixo custo. Se os pais notarem erupção cutânea ou descoloração da pele quando as crianças usam jóias, elas não devem permitir que elas continuem a usar as peças que possam ser responsáveis.

Muitas pessoas concluem que a melhor coisa é dar joias finas e caras para crianças. É importante escolher jóias que sobreviverão aos rigores da vida de uma criança ou adolescente, e peças muito frágeis podem não se sustentar bem quando usadas enquanto as crianças estão envolvidas em brincadeiras normais. Isso também pode sugerir evitar pedras preciosas que sejam razoavelmente macias porque podem rachar ou quebrar quando as crianças estão sendo ativas.

A maioria dos pais pode afirmar que muitas crianças são propensas a perder coisas. Ao comprar jóias caras para crianças, pode ser importante perceber que as peças podem ser perdidas. Uma maneira de resolver isso seria ter um seguro que cobriria o custo de reposição.

As crianças com jóias muito caras também devem ser aconselhadas a não usá-las em certas situações em que isso possa incentivar o roubo. As escolas talvez não sejam o melhor lugar para usar jóias excepcionalmente finas. Como alternativa, as crianças que recebem jóias finas, especialmente peças de herança, podem precisar entender que elas devem ser usadas posteriormente, quando crescerem ou apenas para ocasiões especiais.

Depois que os pais ou outras pessoas levam em conta os possíveis riscos à saúde, problemas de quebra e substituição, há outras coisas a considerar ao comprar jóias para crianças. A principal delas é o tipo de compra. Aqui a variação é tão extensa quanto a das jóias para adultos. Anéis, brincos, pulseiras, colares e relógios são abundantes e cada tipo pode ser apropriado em várias circunstâncias. Às vezes, as famílias têm tradições sobre quando dar certos tipos. Um belo relógio pode ser oferecido como presente de formatura, ou brincos de diamante podem ser um presente tradicional para o décimo sexto aniversário de uma menina.

As jóias das crianças devem ter a idade apropriada de várias maneiras. Em geral, é considerado gauche para as crianças usarem jóias excepcionalmente grandes. Pedras em jóias podem ser de qualquer tipo, mas geralmente não devem ser enormes. Quando as crianças envelhecem até o final da adolescência, elas podem começar a usar estilos semelhantes aos usados ??por adultos, mas na maioria dos casos, jóias muito chamativas ainda são menos apropriadas para os jovens, e estilos simples e discretos são os preferidos.